23 de maio de 2008

Nao adiantam PEVs sem a educação!

As instalações dos PEVs (Postos de Entrega Voluntária) nos bairros de Goiânia já é realidade. Dia desses, vi um na Pracinha do Marista e, ontem, outro na Praça da T-19, Setor Bueno. Que bom que isto esteja acontecendo numa das cidades mais limpas e bem cuidadas do Brasil. Agora, estou intrigado! A população sabe para que servem estes PEVs?
A ação me parece fora de um padrão didático que sempre usei. A população necessitaria de passos seqüenciais como: sensibilização, conscientização e mudança de hábitos (educação). Este caminho seguramente levaria a utilização correta dos postos. Falo isto porque, fui depositar as pilhas e baterias, que estavam armazenadas em minha casa há tempos, na repartição propícia para tal, no recém inaugurado PEV. Vi de tudo lá dentro. Desde PETs (correto), embalagem longa vida (correto), embalagens de ovos (correto), guardanapos sujos de sauduiches (errado) e outros resíduos.
Tenho certeza que a deposição desses resíduos no PEV foi com o "melhor dos intuitos". Faltou a informação.
A Coleta Seletiva é o recolhimento de materiais recicláveis (papéis, papelões, plásticos, metais e vidros) que não devem ser misturados ao Lixo Comum nos condomínios, escolas, trabalho etc. Devem ser encaminhados para a reutilização ou reciclagem. Dessa forma gastaríamos menos energia e matéria prima ajudando o Planeta com seus recursos naturais.
Uma das inúmeras razões para sermos grandes defensores da seleção de nosso lixo e a diminuição de doenças que tem seus vetores proliferando na sujeira (leptospirose, dengue e febre amarela) e o aumento da sobrevida dos Aterros Sanitários e outros.
O Programa Goiânia Coleta Seletiva foi assinado em 02 de abril de 2008. estamos torcendo para que uma das cidades mais limpas do Brasil seja campeã também em educação.

Em outros blogs