6 de abril de 2009

Antena de celular pode fazer mal à saúde!

Sou um ser cético em relação as notícias do tipo: desodorante antitranspirante é um fator gerador de câncer de mama, adoçante de aspartame faz mal à saúde e outras "sugestões" que recebo via e-mail. Algumas até trazem raciocínios lógicos e retórica convicente.Minha formação acadêmica e militância na educação me deixam pragmático, acredito em ciência e dela faço propaganda.

Mas dessa vez fiquei atônito com essa notícia que li na INFO: "O parlamento europeu votou em massa a favor de uma lei que criará distâncias mínimas entre antenas de celular e núcleos populacionais".

A lei foi aprovada por larga maioria, 559 dos 589 deputados europeus votaram a favor. A ideia é que cientistas de universidades locais determinem qual a distância segura entre grupos de casas e apartamentos e antenas de celular. O texto aprovado prevê proteção especial para lares de idosos e escolas que reúnam crianças com menos de dez anos. Regiões que concentram idosos e crianças pequenas devem ficar ainda mais distantes das antenas de celular.

As autoridades européias argumentam que enquanto não houver consenso sobre a segurança ou não da radiação emitida por estas estações, elas devem ficar longe de habitações humanas.

Morava no interior de Goiás onde uma antena de retransmissão de celular era minha viizinha de quarteirão.

Pensando bem, vou avisar meus amigos que lá ficaram.

E, dando asas a minha imaginação, adoçarei meu café com açúcar mascavo e continuarei com a MINÂNCORA como desodorante.

PS: O objeto de votação do PARLAMENTO EUROPEU foram as ESTAÇÕES RETRANSMISSORAS de celulares.

Em outros blogs