22 de agosto de 2009

Acabou a tinta! Reutilizar e reciclar reforçam o verde e azul do planeta.

Os cartuchos de tinta das impressoras comuns, pequenas, daquelas que se compra para casa, são considerados resíduos plásticos e devem ser jogados no lixo vermelho de coleta seletiva. "Embora haja outros materiais em sua composição, o plástico está presente em maior quantidade", diz Ana Maria Domingues Luz, ambientalista e presidente do Instituto GEA, organização da sociedade civil de interesse público que atua na área de educação ambiental. Embora não seja a solução ideal, já que nem tudo é reaproveitado, é ainda a melhor opção.

Outra recomendação de Ana Maria é levar os cartuchos para firmas que fazem recarga. “Existem várias empresas que fazem isso. Porém é preciso tomar cuidado para que o trabalho seja bem feito para não estragar a impressora”, diz. Uma precaução importante é saber o destino que se dão aos cartuchos que não serão mais utilizados.

Os fabricantes de cartuchos de tinta têm serviço de recolha do material usado, embora elas ainda não tenham programa de reciclagem que consiga reaproveitar todos os componentes, como plástico, metal, tinta e outros. Nesse caso, a maior parte delas armazena o produto até que consigam desenvolver uma solução e os elementos sejam reaproveitados no processo de fabricação.

Já a reciclagem de cartuchos de tonner, utilizados geralmente em impressoras de grande porte, está mais avançada. A maioria dos fabricantes já consegue reaproveitar quase 100% do material em sua cadeia produtiva. Por isso, basta entrar em contato com a empresa e informar-se a respeito dos postos de coleta.

No Brasil ainda está em discussão uma lei federal sobre o destino dos resíduos sólidos das empresas de tecnologia, por isso ainda mais importante do que dar um destino correto aos cartuchos é usá-los com consciência. Imprimir apenas quando realmente necessário, poupando o gasto de papel e de tinta.

FONTE: Nova Escola

Em outros blogs