16 de novembro de 2008

Seu celular antigo deve ser reciclado.

Só 2% dos brasileiros disponibilizam seus aparelhos para a reciclagem.
Que tal associar o descarte a uma ação Sócio-ambiental?

São mais de 2,68 bilhões de celulares no mundo. Só no Brasil, estima-se que o número de celulares ativos até o final de 2008 chegue a 141 milhões. Somos o primeiro país da América Latina em número absoluto de celulares e o sexto do mundo. Essa quantidade de equipamentos já indica o volume de lixo tóxico produzido no País.

Muitos usuários guardam em casa baterias velhas de celulares, carcaças, antenas e vários outros acessórios por não saberem como descartá-las corretamente.

Esses produtos não devem ser jogados no lixo comum, pois a sua composição contém substâncias tóxicas como mercúrio, chumbo e cádmio, que agridem o meio ambiente e são altamente prejudiciais à saúde.

Então, vamos estudar as soluções que nos colocam em paz com a SUSTENTABILIDADE. Muitos acreditam nessas possibilidades proativas em relação ao MEIO AMBIENTE porém, poucos fazem-nas.

A maioria das operadoras de celulares apresentam em suas lojas ou postos de revendas locais para depósito de aparelhos e acessórios. Alguns que me chamaram a atenção:
  • O Claro Recicla, todas as lojas próprias Claro e Agentes Autorizados em todo o País disponibilizam uma urna específica para que todos os usuários de celular  de qualquer operadora  possam depositar seu celular, bateria ou acessório fora de uso para reciclagem. Sem custo e sem burocracia.
  • O Vivo Sustentabilidade com mais de 3400 postos onde toda a renda obtida é revertida para projetos do Instituto IPÊ, que ajudam a preservar a fauna e a flora brasileiras.
  • Além dos PEVs (Postos de Entrega Voluntários) espalhados por Goiânia que possuem um compartimento especial para baterias e pilhas.
Leia mais sobre esse assunto: Planet Green

Em outros blogs