17 de abril de 2009

Hoje, o uso de chuveiros elétricos, é mais interessante ao planeta.


Galileu já dizia há 400 anos atrás: "Em questões de ciência, a autoridade de mil não vale o humilde raciocínio de um só indivíduo".


Sempre fui um árduo defensor do uso do chuveiro de banho com água aquecida pela energia solar como alternativa à energia elétrica.

Vejo hoje que no, frigir dos ovos, o planeta ganha mais com o uso do chuveiro elétrico. Como cheguei a essa conclusão? Simples, ciência. Lendo!

Quando usamos chuveiros avaliamos conjuntamente o consumo de energia e água. O eletrodoméstico é a opção mais econômica para se tomar banho, segundo estudo do Cirra (Centro Internacional de Referência em Reuso de Água) da Escola Politécnica da USP divulgado nesta quinta-feira.

A pesquisa levou em conta o gasto com energia elétrica ou gás, dependendo do modelo, e o gasto com água. Como no chuveiro elétrico a água fica mais quente conforme é reduzida a quantidade de saída, ele é o que mais economiza o líquido. O resultado foi parecido no caso do chamado sistema híbrido, no qual a pessoa tem a opção de ligar o chuveiro elétrico caso o modelo solar original não esteja esquentando a água.

Em três meses de levantamento, os voluntários que usaram os chuveiros elétricos no banheiro-laboratório montado pela USP gastaram em média quatro litros de água por minuto, valor bem menor que nos sistemas a aquecedor elétrico central, o chamado boiler (8,4), a energia solar (8,7) e a gás (9,1).

Com isso, o banho médio de oito minutos custou R$ 0,22 no chuveiro elétrico, R$ 0,35 no sistema solar, R$ 0,58 no aquecimento a gás e R$ 0,78 no boiler. Os voluntários não sabiam em que tipo de unidade estavam tomando banho.

Segundo a Eletropaulo, o chuveiro elétrico representa 30% da conta dos consumidores da Grande São Paulo, empatado com as geladeiras e seguido pelas lâmpadas, com 15%.

Claro, a pesquisa foi encomendada pelos indrustriais e comandada pelos pesquisadores do Cirra Ivanildo Hespanhol e Simone May, foi financiada pelo GCE (Grupo de Chuveiros Elétricos) da Abinee, associação que reúne as empresas fabricantes de produtos elétricos.

A coautora May negou influência dos patrocinadores no resultado positivo para a indústria de chuveiros. "A gente tem total liberdade para fazer o que quiser e é enviado à Abinee somente o relatório final", afirma.

De acordo com o ex-reitor da UnB Dr. José Carlos de Azevedo, na ciência não há confusão, há divergência, o engenheiro elétrico Ivan Camargo, da UnB (Universidade de Brasília), classificou de absurda a conclusão da pesquisa da USP. Segundo ele, o chuveiro elétrico é barato devido a uma distorção no modelo de cobrança das contas de luz no país, que leva em conta só o uso da energia e não os aparelhos que exigem demais da capacidade do sistema em geral, que é o caso do chuveiro elétrico.

Camargo afirma que se os consumidores residenciais fossem cobrados da mesma forma que os comerciais, que são taxados ao criar picos de consumo, a conta de banho de chuveiro elétrico seria de cerca de R$ 0,44, mais caro que o sistema de energia solar, defendido como a melhor solução para o professor.

"Não é certo usar uma energia cara e sofisticada como a elétrica para esquentar água. Esse estudo, ao invés de ajudar, prejudica. Não está errado, mas não mostra o quão prejudicial ao sistema é o uso de chuveiros elétricos", afirma o pesquisador.

Compare: Boiler é opção 2,5 vezes mais cara do que chuveiro elétrico

Banho de oito minutos (média entre janeiro e março)*




Chuveiro elétrico
Água: R$ 0,13
Energia elétrica: R$ 0,09
Gás: -
Total: R$ 0,22

Consumo de água: 4 litros
Custo de aquisição e instalação: R$ 31
Híbrido (solar + chuveiro elétrico)
Água: R$ 0,14
Energia elétrica: R$ 0,08
Gás: -
Total: R$ 0,22

Consumo de água: 4,1 litros
Custo de aquisição e instalação: R$ 888
Solar
Água: R$ 0,31
Energia elétrica: R$ 0,04
Gás: -
Total: R$ 0,35

Consumo de água: 8,7 litros
Custo de aquisição e instalação: R$ 4.045
Gás
Água: R$ 0,28
Energia elétrica: -
Gás: R$ 0,30
Total: R$ 0,58

Consumo de água: 9,1 litros
Custo de aquisição e instalação: R$ 945
Boiler elétrico
Água: R$ 0,25
Energia elétrica: R$ 0,53
Gás: -
Total: R$ 0,78

Consumo de água: 8,4 litros
Custo de aquisição e instalação: R$ 1.855

Despesa mensal para família de quatro pessoas (cada um toma um banho por dia)

Chuveiro elétrico: R$ 26,40
Híbrido: R$ 26,40
Solar: R$ 42,00
Gás: R$ 69,60
Boiler: R$ 93,60

*Os valores se referem a custos em São Paulo de Eletropaulo, Sabesp e Ultragaz (botijão), exceto impostos

Fonte: Centro Internacional de Referência em Reuso de Água - Poli/USP

Em outros blogs