19 de abril de 2009

"Todo dia era dia de índio". Hoje ele só tem o dia 19 de abril.

"Antes que o homem aqui chegasse
Às Terras Brasileiras
Eram habitadas e amadas
Por mais de 3 milhões de índios
Proprietários felizes
Da Terra Brasilis".

Jorge Benjor


As datas comemorativas tem um significado especial em minha concepção servem para homenagear e enaltecer a lembrança do homenageado.

Não quero me lembrar dos primeiros moradores das Américas (não seriam os verdadeiros americanos?) apenas em fotos com ilustres (Sting e Príncipe Charles, por exemplo) ou nos circos que os políticos armam e sustentam (Raposa Serra do Sol).

Nem também, nas pilhérias e brutalidades, com o homenageado do dia, em citações e encenações de valor duvidoso e doloroso tanto no caso de Juruna e seu gravador, quanto no caso do índio pataxó queimado vivo.

Quero então aqui fazer minha singela homenagem aos que, por lucidez, fazem do planeta seu lar, desenhando com a Terra uma relação duradoura e sustentável. "Não precisamos ir a escola para entendermos de SUSTENTABILIDADE basta, mirá-los".

Quer saber como ser ECOLOGICAMENTE CORRETO?
Observe a relação desses seres privilegiados com seus vizinhos habitantes, seja na cadeia alimentar ou na defesa de seu bem maior, a vida.

Bertold Brecht uma vez disse que estava a procura da racionalidade dos humanos.
Eu preciso também dessa constatação.

Em outros blogs